segunda-feira, 13 de junho de 2016

Teorias da Conspiração

Olá caros leitores, tudo bem com vocês? Pois é, já viram a onça que vou cutucar com vara curta aqui hoje, não é?

As teorias da conspiração povoam o imaginário popular, não vou abordar nenhuma em específico, apenas vou dar um remédio paliativo para que vocês possam ver o meu lado; o da descrença em teorias conspiratórias.

Primeiro gostaria que seja dito aqui que coisas como "o homem não foi à lua"(claro que não,foram 12), "essa vacina serve pra nos marcar pros Iluminat" (esse tipo de afirmação só atrapalha o avanço da ciência), "os alienígenas nos visitaram no passado e ainda estão por aqui" (vem cá, você não acredita que tem coisas muito mais prováveis que ocorreram e explicam praticamente todas as coisas do passado da humanidade?).

Pois bem, o segundo ponto é que quero deixar claro que isso não quer dizer que eu não aborde isso em um futuro livro, pois eu adoro encaixar uma ficção no meio do mundo real e isso parecer verossímil, não estou sendo incoerente; apenas demonstrarei que é questão de pensar um pouco e você pode criar qualquer coisa (praticamente) que pareça verossímil para a maioria das pessoas e não ser verdade.

Bom, cheguei ao meu ponto aqui. Saibam distinguir o que é uma teoria absurda e uma mentira deslavada de algo que já teve provas que não aconteceram, assim a própria palavra teoria não faz sentido se for derrubada e descartada mediante provas. Vocês podem argumentar que o mundo é regido por uma organização misteriosa e eles são cuidadosos em não deixar pistas. Eu lhe digo que isso é mentira, mas não descarta conspirações locais, essas sim são não só possíveis como mais prováveis.

As teorias que dizem haver um lobby de empresas privadas influenciando as decisões do governo não são apenas prováveis, mas são constatadas como fatos em muitos países (inclusive o Brasil no passado recente, apesar de não ter ninguém preso por isso até agora).

Já as teorias de uma organização mundial que controla tudo e todos eu posso derruba-la com um argumento bem simples. Quem conhece a natureza humana sabe muito bem que um grupo de pessoas só agem juntas por interesses em comum. Mas apesar disso é bem raro existir consenso sobre qualquer assunto em um numero grande de pessoas, logo uma organização mundial multiétnica e multicultural é inviável e muito problemático para ser controlado. Se um dia isso existiu não durou muito tempo, os objetivos das pessoas tendem à mudança, uma prova disso é que eu mesmo já acreditei nestas mesmas teorias, mas eu desvendei aos poucos fatos que não faziam sentido algum ao meu ver, baseado no que comecei a adquirir de conhecimento em leitura e documentários (conspiracionistas e não-conspiracionaistas). Sugiro que levantem e andem pelo mesmo caminho que eu, mesmo crendo que muitos não terão exatamente a mesma conclusão, afinal é isso que nos fazem diferentes. 

Gostou do post? Deixe nos comentários a sua opinião. Compartilhe esta reflexão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Fique à vontade para exibir sua opinião e deixe o link de seu blog/site também. Abraços Randômicos!