sábado, 8 de outubro de 2016

[Ciência] O Efeito Doppler

Olá caros leitores e escritores, hoje em mais um post sobre ciência, trago-lhes um conceito vindo da física; o Efeito Doppler.

Muitos de vocês podem ter tropeçado em algum lugar onde havia relação com o efeito Doppler, mas se não sabe lhes darei algumas dicas a seguir.

Entendendo o conceito:
Imagine uma mola, isto mesmo, agora comprima este objeto imaginário. Você certamente deverá fazer alguma força para manter o objeto na mesma formatação, isto significa que há uma energia acumulada no mesmo. Vamos fazer uma correlação entre a mola e a observação deste efeito; em uma ponta da mola está o observador, na outra o objeto a ser observado. Nesta situação há um acúmulo de energia (ou ondas) entre os dois pontos, também podemos ver que há uma menor distância entre eles, portanto esta situação representa a aproximação do objeto. Esta conclusão pode ser tirada através da observação das ondas (mais comprimidas) em relação ao seu estado anterior, quanto mais rapidamente estas ondas desviarem pro azul (representando a compressão da mola), mais rápido o objeto está se aproximando.

Desvio pro Azul:
Se colocássemos um aparelho (espectrômetro) para observar estas ondas em relação à uma bola vindo em sua direção, poderíamos dizer em qual velocidade este objeto estava ao se encontrar com seu rosto. Podemos aferir com segurança o desvio do objeto para o azul, equivalendo a compressão da mola.

Desvio pro Vermelho:
Quando um objeto astronômico, uma estrela por exemplo, está se afastando do observador (Terra). É interessante ressaltar que o desvio pro vermelho também pode ser usado para determinar a taxa de expansão do universo. Podemos dizer em qual proporção o universo está se expandindo através do afastamento dos objetos, equivalendo ao esticar da mola em nosso experimento mental.

Utilização:
O efeito Doppler é basicamente um instrumento para a técnica de observacional astronômica, onde o objeto em questão deve ser observado diretamente, assim temos seu tamanho aproximado, velocidade e direção.

Primeira Constatação do Efeito Doppler:
Tal efeito foi observado no campo de estudos da acústica, isto mesmo; sabe quando um carro buzinando passa por você na rua? O som acumulado está vindo comprimido em sua direção enquanto o carro ainda não passa por você; o caso inverso ocorre quando o carro se afasta em relação ao ouvinte, dando espaço as ondas sonoras. Podemos novamente comparar com a mola, ficando bem fácil a observação do efeito.

Através do movimento das ondas sonoras, este conceito foi extrapolado para as ondas de luz, explicando as observações e consequentes desvios na coloração dos objetos; pro azul e vermelho. Fundamental constatação para a astronomia atual.

Gostaram do post? Comentem aí embaixo.

Abraços randômicos e até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Fique à vontade para exibir sua opinião e deixe o link de seu blog/site também. Abraços Randômicos!