domingo, 16 de outubro de 2016

Post Random #5 Filosofia pré-fabricada.



Olá caros leitores e escritores, hoje irei falar sobre algo que vem me incomodando há algum tempo; a filosofia pré-fabricada. Não sei se é por falta de tempo, preguiça de pensar ou pelo comodismo mesmo, mas as pessoas de maneira geral se cercam de filosofias (muitas vezes contraditórias entre si) e fazem uma colcha de retalhos com elas, desrespeitando vários pensamentos filosóficos de uma só vez.


Não vou citar exemplos neste post, pois ficaria muito longo. O que quero dizer é rápido e rasteiro; as pessoas têm que pensar sobre a sua posição na sociedade. Você não precisa se encaixar por inteiro em um grupo que tende a ter mais afinidade, basta reconhece-las e se diferenciar obtendo assim uma identidade única.
É obvio o que vou falar, mas é necessário para exemplificar as enxurradas de materiais iguais, "mais do mesmo" como já dizia Renato Russo. Posts nas redes sociais "resenhando" trailer (não vou nem citar os análogos no YouTube), pessoas que copiam opiniões umas das outras sobre filmes e séries, isto sem falar da polarização que existe em todos os setores da sociedade; não existe espaço pra opiniões moderadas. Vivemos tempos perigosos com as ideologias polarizadas e filosofias pré-fabricadas, não entendo como um ser humano pode ter um ponto de vista sobre tudo, sendo impossível conhecer todos os aspectos dos assuntos onde se encontra tal opinião. O que eu não entendo mesmo é como uma pessoa pode condenar o seu semelhante por ter uma opinião discordante; amizades desfeitas até guerras por intolerância.
Claro que é muito fácil falar "concordo com tal igreja por inteiro" ou ainda "fulano não concorda comigo, logo está errado", sem sequer levar em consideração os argumentos contrários, mudar de opinião ou não emitir uma, hoje em dia, parece um crime e todos parecem te condenar por isso.
Por estas e outras eu lhes digo; vocês têm o direito de não emitir opinião sobre tudo, tanto quanto é reservado o direito de não consumir tudo o que a mídia (virtual ou impressa) te coloca na cara. Você pode contrariar todos e ter uma opinião moderada ou falar "preciso saber mais sobre o assunto para obter uma conclusão", mas não se fruste se não conseguir chegar em nenhuma, pois cada um de nós têm uma aptidão para assuntos específicos; foi assim que a natureza nos fez.
Muito melhor não falar nada do que lançar "mais do mesmo" na rede. Pare, pense; se diferencie. Não apenas por ser diferente, mas será preciso pensar por conta própria para ser você mesmo.
Gostaram do post? Curtem, compartilhe e pense se você não está agindo no automático.
Abraços randômicos e até a próxima!









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Fique à vontade para exibir sua opinião e deixe o link de seu blog/site também. Abraços Randômicos!