domingo, 26 de fevereiro de 2017

Post Random #16 Os Escritores Bem Sucedidos



Olá caros leitores e escritores, hoje escreverei sobre "O que outros autores tem afinal pra fazerem tanto sucesso?" Claramente não sou um exemplo (ainda) mas tenho percebido diferenciais enquanto leio sobre autores nacionais de destaque. Começaremos pela escrita...

Quando abro um livro e ele tem mais de 200 páginas e é de um iniciante... Já penso duas vezes, mas por qual motivo? Simples! Um texto longo escrito por um iniciante costuma ser arrastado e sem vida, não tem ritmo. E o que é ritmo na literatura? Ritmo é a arte de manter a atenção do leitor no livro, quanto mais difícil fechar o livro e fazer outra coisa, maior é o ritmo. Agora se um leitor conseguiu fechar o livro e retomar a leitura sem dificuldade, seu ritmo pode ser considerado bom, mas se o livro é longo e você está descrevendo sobre como são as relações interpessoais e usa mais do que uma cena pra isso... Meu amigo, você está perdendo o seu tempo e o do leitor. Ritmo é fundamental, cada cena tem que ser essencial, ter uma função na história. Sem ritmo, sem vida, sem chance de fazer sucesso... A não ser que você seja o novo Tolkien. Aqui vai um segredinho; você não é! Obras como o Senhor dos anéis, na melhor das hipóteses, surgem uma vez a cada cem anos e não há muita coisa que você possa fazer.

Outra coisa que os escritores que vivem de escrita tem em comum é; eles reconhecem suas falhas e procuram melhorar sempre. Se você é daqueles que dizem "Esta é minha arte e se você não entendeu o azar é seu!" Sinto muitíssimo, mas você está errado. O dever de um escritor é transmitir uma história, se você não consegue fazer isso com ninguém ou funciona com um grupo muito seleto (mãe, pai, avó, tio...) você não cumpriu sua função. Por exemplo; não é culpa dos brasileiros não conseguir ler obras originais no português antigo, ou se preferir o termo "morto". Pro bem ou pro mal a linguagem evolui, você querendo ou não. Cabe à nós escritores somente a adaptação. Devemos transmitir a história de forma palatável, para tanto, deixar nossos egos de lado e aceitar as críticas que nos cabem.

Outro aspecto é a pró atividade, empreendedorismo e vontade de divulgar sua história. Pois de nada serve um livro bem escrito se ele não chegar às pessoas, ou ainda acabar encalhado num estoque qualquer. Devemos literalmente espalhar nossa palavra pra todos que por ventura venham a gostar do que escrevemos. Ache seu público alvo (faixa etária, ocupação, classe social, região, gostos), forme a persona, o leitor ideal do seu livro. Em seguida trabalhe pra atingir o leitor ideal. Não caberá a este que vos fala discorrer sobre o leitor ideal, ao menos não por enquanto, mas há vários artigos pela internet a fora falando sobre "persona", principalmente de marketing.

E sim, eles pensam em seu querido e amado livro como um produto, desenhado pra atender necessidades e direcionado para um público alvo. Se você acha que não é um produto (na forma mais simplória da palavra), prepare-se para a revelação. As características de um produto:

O produto é fabricado (produzido) a partir de uma matéria prima (no caso dos livros; imaginação e papel) a partir de um conhecimento técnico (estudo sobre literatura no nosso exemplo). Depois ele é embalado e vendido, no caso das mídias on-line ele é preparado e armazenado em servidores, para ser vendido. O produto tem por objetivo dar uma remuneração justa à todos os envolvidos na cadeia de produção, incluindo o consumidor final, neste caso ele deve ter suas necessidades satisfeitas, em caso negativo a reclamação é praticamente inevitável (no caso dos livros; as criticas negativas).

Se convenceu? Aposto que sim. Seu produto é um livro, seu livro é um produto. Nada muito alem do que o resultado de busca por conhecimento, pesquisa e produção... 1% inspiração, 99% transpiração e esforço.

Portanto; pesquise, estude, aprenda, produza seu livro e o venda através da divulgação. Este blog por exemplo; servirá como plataforma de divulgação para os meus livros, bem como de parceiros. Então pensem nisso!

Abraços randômicos e até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Fique à vontade para exibir sua opinião e deixe o link de seu blog/site também. Abraços Randômicos!