domingo, 5 de março de 2017

Post Random #17 Bloqueio Criativo

Olá caros leitores e escritores, quantas vezes você já encarou o Word em branco sem ideias? Ou ainda travou do nada em no meio do texto? É muito difícil passar pelo bloqueio criativo, mas existem técnicas que você pode aplicar e minimizar o impacto deste temível inimigo de nós; criadores de histórias.

Faça um planejamento, faça um mapa de sua história:

Plot inicial: Um cientista nazista que não concorda com o regime, procura o assassino de seus pais e seu tio, cuja foi criado após a morte de seus pais, é um dos suspeitos. Ele não quer ceder seus conhecimentos ao eixo para proteger sua herança de conhecimento vindo da extinta Biblioteca de Alexandria. Este, meus amigos, é o plot inicial de meu livro (ainda em produção) "Omega Volk: A Margem da Maldade".

Pra que este plot inicial chegasse neste estado, demorei três anos, entre escritas e reescritas.

Mas tudo nasceu de uma ideia:

Um cientista nazista que não concorda con o regime se nega a ceder todos seus conhecimentos, mas precisa desenvolver sua ciência naquelas situações precárias, mesmo assim seria uma das melhores oportunidades de sua vida.

Como eu não tinha conhecimento destas técnicas, demorei muito no desenvolvimento do texto final. Lembro que meu primeiro rascunho foi totalmente desprezado, por mim. Reescrevi outras dez vezes antes de saber todas as técnicas básicas de uma produção literária. Depois de várias tentativas escrevi o roteiro, foi há três meses.

O roteiro:

Roteiros não servem somente pra filmes e séries, serve pra sustentar as cenas dos livros. Aposto que nenhum livro foi inteiramente escrito sem uma roteirização sequer. A elaboração do roteiro foi a única responsável por diminuir drasticamente a frequência dos bloqueios criativos. Penso que quem sabe usar adequadamente o roteiro, nunca estará perdido. Vou dar um exemplo:

Cena 1: Morte dos pais de Grimaldi. Narrado por Grimaldi.
Cena 2: Mel chega ao anexo. Narrado por Grimaldi e Mel.
Cena 3: Mel se lembra quando esteve na casa dos Volk.

Assim por diante. A partir de um roteiro você escreve suas cenas com liberdade e tranquilidade, uma atrás da outra. Assim você ganha velocidade na elaboração do livro.

Teve uma ideia pro roteiro quando está no ônibus ou no trabalho? Sempre tenha um bloco de notas na mão, seja no celular ou no papel mesmo. Quando chegar em casa é só encaixar o roteiro. A mente do escritor trabalha o tempo todo em segundo plano, por mais que você não pegue no texto por algum tempo, sua cabeça sempre irá te lembrar. Por falar nisso...

Ritmo de escrita:

O ritmo de escrita e sua quantidade sempre é posta em questão, uns dizem que tem que escrever todos os dias, mas eu te digo; basta pensar na história todos os dias, mas pelo menos uma vez por semana você senta e escreve. De preferência todo o roteiro que você elaborou durante a semana, naqueles intervalos de ociosidade. Então meu conselho é que depois de ler muito sobre técnicas de escrita (também aqui no blog) escreva muito durante o seu dia de folga, eu rendo em até cinco horas sem intervalo, minha produção é baixa por causa que eu vou revisando a coerência do texto, mas há aqueles que produzem mais e precisem de mais revisões posteriores.

Por falar em revisões:

Eu aconselho que a cada 10 ou 20 paginas, pare um pouco e observe a coesão do texto; se uma frase leva até a outra, um parágrafo leva ao outro, se os diálogos estão fluidos e naturais e principalmente se fazer uma pergunta fundamental; você compraria seu livro? Pois se a resposta for não, repense sua narrativa e volte a estudar as técnicas.

Por falar em estudar as técnicas, não se esqueça de ler os outros posts do blog que falam sobre isso na categoria construção literária na lateral do blog e seja um feliz proprietário de boas ferramentas para o seu texto!

Gostou do post? Quer uma consultoria ou leitura das primeiras páginas de seu manuscrito? Adoro ler, me envie um email (gustavo.vegas.pro@gmail.com) e saiba como está seu texto.

Abraços randômicos e até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Fique à vontade para exibir sua opinião e deixe o link de seu blog/site também. Abraços Randômicos!